Primeiros Passos para Usar o Google Analytics

No tags Permalink

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita muito importante capaz de ajudar todos os tipos de negócios online. Ele fornece informações estratégicas que permitem ao proprietário do site entender o comportamento dos seus visitantes, a forma como interagem, além da origem e os perfis mais recorrentes de usuários.

Para quem está iniciando no mundo da internet e criou seu primeiro site ou blog ou até mesmo já possui um domínio ativo há algum tempo, mas possui dificuldades para gerenciar estas informações, separamos o passo a passo a seguir.

1- Acesso ao sistema

Primeiramente é bom possuir um cadastro de e-mail junto ao google. Caso ainda não possua, crie sua conta no gmail.com e depois acesse o sistema do Google Analytics no endereço www.google.com/analytics com seu email e senha.

2- Consulta Informações Administrativas

Depois de logado, na barra superior, selecionando a opção Página inicial aparecerão todos os sites de sua propriedade e os que o seu endereço de e-mail possui autorização para acompanhar. Caso ainda não tenha nenhum em sua lista, o Analytics vai direcioná-lo a um passo a passo para registrar seu primeiro site.

inscrever google analytics

Se você já tiver outro site cadastrado siga os passos abaixo.

3- Cadastrando um site

  • Clique na opção Administrador
  • Vá até a coluna de conta
  • Selecione a opção Criar nova conta
  • Você possui a opção de acompanhar um site ou aplicativo para celular
  • Preencha as informações solicitadas para identificar seu acompanhamento, como: Nome da conta, nome do website, url do website, categoria e fuso horário.
  • Ao final clique em “Obter ID de acompanhamento”
  • Aceite os termos de serviço do Google Analytics

admin google analytics

 

nova conta analytics

4- ID- de acompanhamento

Seguindo corretamente os passos, aparecerá na tela uma página com a informação do Universal Analytics exposta desta forma: “UA-XXXXXXXX-X” com 9 dígitos. Esta informação é importantíssima, pois será com ela que você adicionará o código de rastreamento.

Abaixo deste código, aparecerá uma caixa com informações. Copie na íntegra seu conteúdo e cole-o nas páginas que pretende acompanhar, incluindo no código fonte do seu site.

Dica: Não deixe de salvar esta informação em um bloco de notas ou arquivo para facilitar futuras consultas.

id acompanhamento

5- Consultando códigos já gerados

Se por acaso acontecer algum problema após a finalização da etapa anterior, não se desespere, é possível retornar ao menu na área do administrador, selecionar a opção conta, clicar sobre o nome do site que incluiu e depois em configuração de propriedade e então aparecerá a informação novamente.

6- Adicionando o código de acompanhamento no site

Acesse seu site vá até o código-fonte na página de índice ou home page. A maioria dos sites compartilham esta informação após incluir no código-fonte da home, mas pode ser necessário colocá-lo em várias páginas se seu website não possuir este recurso. No WordPress por exemplo se você colocar no cabeçalho o código será replicado em todas as páginas.

Dica: Existem várias maneiras para acessar o código fonte:

  • Editor HTML – Este tipo de programa vai mostrar a página da Web em um ambiente WYSIWYG, então você vai ter que procurar um botão que diz “código” ou “fonte” e mudar para que a visão antes que você possa adicionar o código. O código irá começar com algo como.
  • FTP – Se você conhece HTML, então você pode ser o tipo “do-it-yourself”  que gosta de codificar suas páginas e enviá-los com uma ferramenta FTP como CuteFTP ou Filezilla. Faça o download do arquivo para a página que você deseja acompanhar e abri-lo no bloco de notas ou outro software de processamento de texto.

Caso tenha dificuldades ou se você não possuir acesso ao código-fonte, peça ao provedor do seu ou ao seu webmaster para fazer isto para você.

7- Inserindo o código corretamente

Acessado o código-fonte, você precisa colocar o código de acompanhamento do analytics dentro do cabeçalho . Para fazer isso, você deve colocar o código imediatamente antes da tag </head>.

Certifique-se de colocá-lo em uma linha própria e não no meio de outro código. Então, procure o < head/> dentro do cabeçalho e coloque o seu código lá. Salve o arquivo e atualize a página.

tag head

8- Verificando a inclusão do código de acompanhamento

Certamente, após a inclusão, você vai querer verificar se o Google está coletando seus dados corretamente, não é? Antes de se desesperar, saiba que este processo pode levar até 24 horas para começar a gerar relatórios. Aproveite estas primeiras horas para explorar e configurar seu Analytics.

9- Conhecendo o painel

O painel de controle do Google Analytics é o centro de informações principal do seu website. Na página inicial, selecione a conta que pretende analisar e então aparecerão vários gráficos.

Dica: Também é possível incluir e acompanhar relatórios de outras ferramentas como o Google AdSense e o Google AdWords.

relatorio analytics

10- Selecionando o período de análise

O período padrão exibido é para os últimos 30 dias, mas você pode selecionar a data no canto superior esquerdo para filtrar outros períodos mais convenientes.

Querendo comparar datas ou olhar mais de um único intervalo de tempo, clique no mesmo local e depois selecione uma pequena caixa chamada comparar. Escolha uma segunda série de datas e pronto!

Conheça os tipos de relatórios mais importantes

Há muitos modelos de relatórios e estes ainda podem ser personalizados. Se você ainda tem dúvidas sobre os principais tipos, conheça mais sobre cada um deles:

  • Visão geral dos visitantes – oferece um resumo das principais informações, permitindo que haja um entendimento real e rápido da situação do seu site.
  • Fontes de tráfego – indica a origem dos seus clientes, expondo em um gráfico como eles localizaram sua página e se estão interagindo com outros links seus.
  • Palavras-chave – vinculando o seu site ao sistema do Google AdWords, você conseguirá identificar os temas mais populares, as palavras-chave que possuem potencial para atrair seus clientes e também quais deverá deixar de lado pelo baixo valor.
  • Conversões – uma das métricas mais importantes, esta lhe dirá o real potencial lucrativo do seu site, indicando as conversões realizadas com ajuda do site. Para ter noção do sucesso de suas ações, cadastre metas dentro do Google Analytics e acompanhe com ajuda do site.

.

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *