O Que Não Fazer Em Sua (ESTRATÉGIA) de SEO

No tags Permalink

Saiu recentemente no site Search Engine Watch a análise de uma entrevista entre Eric Enge, um dos grandes especialistas em SEO e Matt Cutts do time de webspam do Google.

É uma leitura fundamental para quem quer entender a direção que as atividades de SEO estão seguindo e onde se encaixa a nova onda do content marketing.

 

Content Marketing

Content Marketing não é uma estratégia nova, muito pelo contrário, sempre existiu na Internet. Nada mais é do que utilizar conteúdo de qualidade para engajar o seu consumidor e gerar um retorno positivo para sua marca, seja em imagem ou em vendas. Com a evolução da Internet e dos dispositivos, este conteúdo pode ser bem diversificado e ser publicado na web, aplicativo para celular, vídeo e outros formatos.

O tema discutido nesta entrevista é que uma das melhores formas de se conseguir um bom ranking nos resultados de busca do Google é produzindo conteúdo de qualidade. Novamente, isto não parece novidade.

Porém para quem acompanhou as mudanças no algoritmo do Google nos últimos dois anos sabe da importância deste tema. Deixa-me explicar.

Princípios Básicos de SEO

Um dos princípios básicos do SEO é que o Google entende a relevância de uma página em relação a palavra chave digitada no buscador através de alguns fatores, sendo um dos mais importantes os links que apontam para esta sua página. No passado ter muitos links apontando para sua página era o suficiente para subir no ranking e vencer os sites competidores.

A consequência deste princípio é que muitos websites, tanto do “zé da esquina” quanto o de grandes empresas buscavam diariamente conseguir o maior número de links possíveis para o seu site. Isto gerou uma grande onda de “link spam” na internet e sites com conteúdo relevantes chegavam a ranquear bem independente do conteúdo gerando uma experiência de baixa qualidade para o usuário.

Como o negócio do Google depende fundamentalmente do seu usuário achar o melhor conteúdo possível quando faz uma busca, ele constantemente atualiza o seu algoritmo para trazer os melhores sites.

Uma destas mudanças mais conhecida como “Penguin” reduziu a importância de links que não são gerados naturalmente na Internet. Ou seja grande parte do esforço de muitas empresas e agências de SEO foram por água abaixo.

Como Conseguir Links de Forma Natural

Segundo Matt Cutts a melhor maneira de conseguir estes links naturais é através da criação de um conteúdo tão interessante que o usuário vai sempre quere voltar ao seu website e se ele tiver um blog ou site ele vai querer indicar o seu conteúdo para outras pessoas através de um link.

Portanto em um mundo perfeito a atividade de “link building” não mais existiria e o SEO estaria se parecendo cada vez mais com o marketing tradicional. Um exemplo desta tendência é que um dos sites de maior referência de SEO no mundo o “SEO MOZ” retirou a parte “SEO” do nome e virou apenas “MOZ”. Agora a empresa é especializada em “Inbound Marketing”, outro termo para você anotar.

Invista suas energias em oferecer uma experiência positiva para o seu usuário seja através do conteúdo, design e velocidade de carregamento das páginas. Outra dica importante é usar as redes sociais para divulgar seu conteúdo. Se os seus seguidores “curtirem” o suas páginas você ganha pontos no Google.

Ter sucesso com um website não depende de estratégias complexas e mirabolantes. Muitas vezes você só precisa do básico bem feito e consistentemente..

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *