Tudo Que Você Precisa Saber Sobre (MARKETING DIGITAL) e Nunca Contaram

No tags Permalink

Você achou este título um pouco ousado? Queria chamar sua atenção para compartilhar minha ideia sobre o que é Marketing Digital e o que realmente funciona.

Meu objetivo não é publicar a bíblia do marketing digital. Você pode encontra-la em livros textos como os do Philip Kotler ou em uma MBA.

Eu mesmo fiz dois MBAs, um para subir na carreira e outro para imigrar para a Austrália. Mas onde realmente aprendi foi “nas ruas”, criando sites, campanhas e apanhando muito para conseguir resultados.

O Que É Marketing Digital

Uma das maiores influências que tive no início da minha carreira foi um livro de um cara chamado Sergio Zyman “Fim do Marketing Como Nós Conhecemos”. Sua definição de marketing é muito simples e criou mudanças radicais em empresas como a Coca-Cola.

Para o Zyman marketing é “vender mais coisas, para mais pessoas, com mais frequência, por mais dinheiro, com mais eficiência.”

Então para mim Marketing Digital é:

“Vender mais coisas, para mais pessoas, frequentemente, por mais dinheiro, com mais eficiência, pela internet.”

Simples. Marketing Digital é gerar resultados pela Internet. É o que conta.

Os 7 Qs do Marketing Digital

E para atingir mais resultados você precisa seguir os 7 Qs do Marketing Digital. “Q” é de “o que fazer”. São regras práticas para levar sua empresa ou negócio online a vender mais. Pouca teoria e muita ação.

Esta é uma visão desenvolvida para empreendedores que querem ter sucesso na Internet.

Q1 – Conheça o Inimigo

Sung Tzu no livro “A Arte da Guerra” dá uma dica importante “Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas.”

No contexto do marketing digital você deve conhecer seu consumidor e seu mercado melhor do que qualquer competidor.

Antes de começar um negócio ou uma campanha é fundamental entender o que seu público alvo quer, quais são suas frustrações, desejos, crenças e sentimentos.

E você pode descobrir estas informações de diversas formas:

  • Perguntado diretamente, com ferramentas como o Survey Monkey ou Fluid Surveys
  • Visitando Foruns ou Grupos de Discussão
  • Analisando o conteúdo dos sites concorrentes
  • Usando o Planejador de Palavras-Chave do Google
  • Pesquisando com o Google Trends
  • Entendendo o perfil de sites concorrentes no Alexa.com
  • Analisando reclamações no ReclameAqui.com.br

Você deve também se transformar em um especialista de mercado analisando seus concorrentes.  Descubra:

  • Que produtos vendem
  • Que canais utilizam para se comunicar
  • Qual o conteúdo, tom e personalidade da comunicação
  • Quais são as campanhas de mais sucesso
  • Qual o conteúdo divulgado na Fan Page
  • Por qual preço vendem seus produtos
  • O que dizem em suas campanhas de e-mail marketing
  • Os principais pontos fortes e fraquezas

Este estudo vai ajuda-lo a definir quais produtos vender, que preço vai cobrar e como vai se diferenciar. E também vai ajuda-lo a definir um nicho de mercado.

Q2 – Conheça a Si Mesmo

Este é o segundo passo. Você deve fazer uma autoanálise tanto de você quanto da sua empresa.

Quais são suas forças, paixões, talentos e diferenciais. Peter Drucker disse que se você não tem um diferencial competitivo é melhor não entrar na competição.

Você deve escolher entrar em um mercado onde você possa fazer a diferença.

Porém paixão e talento não são suficientes. Você deve colocar na balança estes 3 ingredientes: paixão, talento e potencial de mercado.

É nesta etapa que você define a razão do seu negócio existir. Você vai criar seu diferencial competitivo e definir como você vai criar produtos e se comunicar com o mercado.

Crie um posicionamento claro e diferente na cabeça do consumidor. Você deve contar uma história só sua. E contar histórias é uma das melhores formas de marketing. Se não acha então leia o livro “All Marketers are Liars” do Seth Godin.

Q3 – Crie Um Modelo de Negócio

É nesta altura que você vai definir seu modelo de negócio ou em termos simples, como vai ganhar dinheiro e estrutura sua empresa. E se você tem um “apenas” um site é melhor começar a encará-lo como uma empresa.

Vai vender produtos ou serviços? Vai ganhar dinheiro com publicidade?

Escolha também quais ferramentas online vai usar para transformar o diferencial competitivo em realidade e criar a operação do seu negócio.

Não precisa ser muito complicado. Por exemplo, se você vai vender produtos digitais, deve investir no design do seu site e produtos, e também em ferramentas para entregar seus produtos em ambiente seguro.

Se você vai montar uma loja virtual, então deve selecionar que tipo de plataforma de e-commerce vai utilizar.

Agora monte o que eu chamo de “Modelo de Lucro” que é um esquema visual que representa qual caminho seus clientes vão seguir dentro do seu funil de vendas. Você vai criar up-sells, vai recomendar produtos como afiliado ou criar um clube com investimento mensal?

Veja no exemplo abaixo:

modelo-de-lucro

Q4 – Geração de Valor

Este módulo poderia ter ficado dentro do anterior, mas acho que a Internet está cheia de sites de baixa qualidade, com conteúdo ruim, design confuso e com serviço ao cliente muito abaixo do esperado.

Agora você deve fazer uma promessa a si mesmo, entregue o melhor que puder. Seja honesto. Isto já é um grande diferencial no mercado brasileiro.

Por exemplo, acabei de ver no Facebook que uma pessoa comprou uma camiseta no site Porta dos Fundos e o Fábio Porchat foi entregar pessoalmente. Que exemplo!

Invista na qualidade do que está vendendo e se esforce para oferecer um bom serviço. Atualize seus produtos e entregue mais do que prometeu. Acho que está é a melhor maneira de manter seus clientes no longo prazo.

Mas não seja perfeccionista. O bom é inimigo do ótimo.

Q5 – Atração

Ótimo. Agora vamos partir para o plano de ataque: as ações de marketing digital.

Atrair clientes em potencial constantemente para seu site ou página de vendas é o oxigênio do Marketing Digital.

E existe uma infinidade de meios que você pode escolher para atrair clientes:

  • Redes sociais
  • Parcerias
  • Banners
  • Links patrocinados
  • E-mail marketing
  • Marketing de afiliados
  • Otimização de sites (SEO)
  • Marketing off-line (muito ignorado)

Normalmente quando começamos um negócio online a tendência é entrar no encanto do tráfego gratuito. Não acredito em tráfego gratuito. Se você está investimento tempo, tem custo.

Por isso não aconselho se concentrar somente em SEO, pois é uma estratégia de longo prazo. Concentre-se em gerar retorno no curto prazo. Pense no conceito de “Startup Enxuta”.

 Q6 – A Arte da Conversão

Muito bem. Seu site já está atraindo milhares de visitantes.

Agora o próximo passo é converter seus usuários. Você pode convertê-los em clientes, assinantes da sua lista de e-mails, seguidores do Facebook ou Twitter.

E não se pode perder nenhuma oportunidade.

As principais dicas para um site que apresenta alta conversão são:

  • Título em destaque e vendedores
  • “Call to Action” ou chamadas para atrair o visitante para seu produto ou formulário de captura de e-mails
  • Design limpo e fácil navegação
  • Informações e promoções importantes acima da quebra de página (sem scroll)
  • Número reduzido de links para não confundir seu visitante
  • Imagens de impacto, preferencialmente com rosto de pessoas
  • Vídeos para aumentar a compreensão do conteúdo ou características do produto
  • Depoimentos para aumentar a credibilidade e resistência à compra
  • Estudos de caso são ótimos recursos para converter usuários em clientes

Para ter sucesso na arte da conversão é importante o investimento no visual do site e principalmente no texto. O texto deve vender você e seus produtos muito bem.

Q7 – Só Sei Que Nada Sei – Testes

Sócrates disse: “Só sei que nada sei, e o fato de saber isso, me coloca em vantagem sobre aqueles que acham que sabem alguma coisa.”

O marketing é uma daquelas disciplinas que todo mundo consegue dar opinião. Diferente da Medicina ou Engenharia parece que todos tem algum conhecimento sobre o assunto.

Até mesmo a nossa opinião ou nossas hipóteses mais fortes não tem validade às vezes. Por isso é importante testar os principais elementos do seu site e das suas campanhas.

Faça testes A/B com ferramentas do Google Analytics. Teste o título dos artigos, o assunto dos e-mails, as chamadas e imagens das suas páginas de vendas, os títulos dos anúncios, capas de produtos e preços.

Sua conversão e aprendizado vão acelerar drasticamente. A maior parte dos “gurus” verdadeiros ou marqueteiros que tem muito a ensinar fazem testes incessantes.

Conclusão

O Marketing Digital é aprendido no dia a dia, raramente nos livros texto. Nunca antes na história do marketing, montar uma empresa e lançar campanhas foi tão acessível.

O segredo está na dedicação, atitude e vontade de contribuir. Siga o exemplo das empresas que dependem da Internet para sobreviver, aquelas que se não fecharem negócio na Internet não sobrevivem.

Está faltando alguma dica? Então contribua..

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *